Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

sexta-feira, 12 de maio de 2017

bêbado


"Toda vez que você reaparece é a mesma quermesse,
empalidece meu ser, substancia minha saudade, 
muni toda loucura atormentada, você e essa loirice velada.
Me rompe os lábios com seu gosto, derruba meus neurônios.
Desgraçada!
Por que você de vez não esquece o caminho
de casa?"
Falou o poeta bêbado, em um dialogo
com si mesmo e um copo de cerveja. 


-e.m(2017)

Nenhum comentário:

Postar um comentário