Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

cotidiano III

Sigo te amando mesmo depois de tantos anos,
sigo lhe acompanhando mesmo depois de tantas afrontas,
tantos porres, tantos malboros vermelhos
fumados loucamente em nossas brigas por migalhas.
Ai ai, minha morena, não tinha outro motivo,
outro alguém, outra você, de todas as maneiras
sempre foi e sempre será você, permita-me  parafrasear o Tom
"Senão era mais uma dor"¹, não que você não tenha sido a 
agente causadora de algumas delas,
tipo ao arremessar pratos, canecas, a chave de roda
em momentos de cólera.
"Entretanto não vá, não vá me abandonar"², sempre superamos, afinal de contas,
é como diz a poeta "se a gente vai juntinho, vai bem"³ e para mim,
só isso importa. 


-e.m(2016)

¹ Só tinha de ser com você - Tom Jobim
² Entretanto- Mart'nália
³- Olha Só, Moreno- Mallu Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário