Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

quarta-feira, 29 de junho de 2016

quase um monologo

meu amor levanta este teu rosto 
e enxuga parte deste pranto,
essa terra inútil e infértil não merece
ser irrigada por tua lagrima.
Levanta e vem ver a imensidão
desse mundo, tudo que está por ai
esperando teu sorriso, esperando ser
conquistado.
vai, rompa teu peito e meu peito
em distancia,
destrói todas fronteiras que te seguram,
corra, voe, cante, seja livre pássaro contente.
Podes ir, quanto a mim fico daqui a seguir seus passos,
nutrindo saudade e desolação, segundo especialistas
também pomposamente conhecida como depressão,
sobre a terra tudo passa, tudo vive e tudo morre.
minha índia, minha morena, minha pequena,
minha atriz, minha para sempre, serena 
meretriz.
(E.M)

Nenhum comentário:

Postar um comentário