Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

desejos...

desejo à você
toda dobra, manobra
que lhe leve para longe dessa sobra.
Todos os crepúsculos,
sonhos e solstícios,
para fazer reinar
cada vez mas
o teu sorriso,
desejo a ti
a felicidade que me falta, 
a ausência
da falta,
que por inúmeras vezes
maltrata,
o soneto mais lindo;
espero para ti
todo amor do mundo,
nada que venha imundo ou que não te 
faça ir.
O que lhe desejo
é diferente da tortura
incerta, da morte certa, da porcaria da saudade
que reina em uma anuência constante
dentro de mim.
(E.M)

Nenhum comentário:

Postar um comentário