Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

quinta-feira, 23 de julho de 2015

todo cada dia


este sorriso,
a quem será que se destina,
o brilho que exala esta pequeninha,
que transpassa e transparece 
em minha retina,
cada dia, todo dia,
em minha vida nordestina.
Seras de fato a minha sina?
Morrer de amores, por quem
de mim tanto judia?
esquecer-me do meu espaço
no mundo para admirar
a tua beleza límpida
cada dia, todo dia,
em minha vida nordestina.
Caminhas entre todos,
e do seu jeito próprio
desfila,
no bate e bate dos teus 
tamancos, me domina
a cada dia, todo dia
em minha vida nordestina.
(Elder Malaquias)

2 comentários: