Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

domingo, 21 de junho de 2015

me levas em tua aba

meu corpo pergunta por você, 
o café meu vicio, droga consumida diariamente já não mais me distrai.
Oh flor, tu que rodeias o mundo a espalhar amor,
 que balanças a aba do vestido ao som do tambor,
 lembras de mim, assim que der encostar em mim,
o me levas em tua aba,
 vem para casa, su casa;
pode ir entrando e se descalçando,
ja ja chego para deixarmos o ar um pouco mais rarefeito.
( Elder Malaquias) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário