Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

sábado, 4 de janeiro de 2014

No primeiro dia do ano em minhas andanças , em busca de algo novo ,
Sentei por um tempo em um terminal de ônibus nao demorou muito para uma senhora me pedir cinquenta centavos, logo balancei a mão dizendo que não tinha (pois nao costumo da dinheiro a pedintes ) tempo depois pude ver que ela não era uma pedinte qualquer , ela andava em círculos , e me pedia todas as horas a mesma coisa , tempos depois começou implorar por um café , e após disso um cigarro , quando conseguiu tudo que pediu ,começou a pedir água, sendo que em nem um momento ela parava em um lugar , rodava todo terminal como se quisesse sair e não pudesse , como um fantasma preso em um local , todos a olhavam com medo e nojo , ja eu comecei a estudá-la , ela estava esperando alguém , e estava impaciente a essa espera ? A deixaram ali ? Estava de ressaca e estava perdida ? Qual será a historia dela ? Eu so sabia que realmente ela não sabia o que queria e nao precisa ser um louco para ser assim , como também nao precisa morrer para se ver Deus !
Depois de algum tempo enquanto escrevia entendi o que ainda não tinha reparado , ela era como uma dor , um sentimento , querendo sair mais não conseguindo esperando por uma cura e impaciente com isso , ela era como nosso interior , nunca satisfeito e sempre pedindo algo diferente nos somos assim , insatisfeitos por natureza , so que em áreas diferentes!

Um comentário: