Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Nas veredas do desejo tropecei no teu abraço
E o laço da paixão apertou meu peito inteiro
Prisioneiro dentro dessa armadilha
Tornei-me ilha no oceano do querer

Afundei minha querença
Nas profundas do teu mar
E te amar passou a ser o verbo ser
Ao te ver me perdi em tua areia
E na peleia naufraguei em teu viver

E tome abraço tome afago tome cheiro
Tome dengo tome beijo
Como ninguém te beijou
E tome trela sem querela a noite inteira
Tome tanta brincadeira
E tome um monte de amor
( Oceano do Querer - Dominguinhos )

Nenhum comentário:

Postar um comentário