Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

terça-feira, 23 de abril de 2013

Vilão


E eu que sou  vilão foi o que eu escolhi ser.
Talvez seja o melhor para mim e é o melhor para você
Eu errei para você não cair no caos da sua cabeça,
Afinal você é o bem, eu sou o mal como pode o mal amar,
Tive que me odiar pra você me odiar
Tive que me fechar para não sobra nada seu.

Ouvindo uma guitarra em cada fone tento te esquecer.
Quantos Solos até não ver mais você,
Quantas doses até te esquecer.
Maldito piano, maldito caetano que insiste em tocar,
Maldito sentimento que insiste em me tocar,
Maldita vodca que demora em acabar logo com isso.

E você "back to your new him,  and i ? {...}"
A trilha sonora da minha vida cantada em cada refrão de blues
Afinal nenhum vilão estima se dar bem,
Ao final sobram duas opções em sua história.
Viver solitário na floresta escura ou ganhar o caminho da bala do caçador.
( Lucas Moura )

Nenhum comentário:

Postar um comentário