Se inscreve ai, nunca te pedi nada...

quinta-feira, 7 de junho de 2012


Os edifícios abandonados,
As estradas sem ninguém,
Óleo queimado, as vigas na areia,
A lua nascendo por entre os fios dos teus cabelos,
Por entre os dedos da minha mão passaram certezas e dúvidas

Pois no dia em que ocê foi embora,
Eu fiquei sozinho no mundo, sem ter ninguém,
O último homem no dia em que o sol morreu....

Lenine ♪

Nenhum comentário:

Postar um comentário